terça-feira, 13 de agosto de 2013

Ameaças pessoais a opositores das touradas voltam a acontecer na ilha Terceira, nos Açores / Once again death threats have been received by those who oppose to bullfights on Terceira Island, Azores

(para fazer parte do grupo de cidadãs/ãos que subscrevem este texto basta enviar mail para acoresmelhores@gmail.com, com nome e localidade / If you would like to join the group of citizens whom subscribe this text, please send an e-mail to acoresmelhores@gmail.com with you name and location)


Ameaças pessoais a opositores das touradas voltam a acontecer na ilha Terceira, nos Açores /  Once again death threats have been received by those who oppose to bullfights on Terceira Island, Azores


Durante uma tourada à corda na Ilha Terceira, foi fotografado um touro desmaiado. A imagem tornou-se viral na internet, tendo sido repudiada por milhares de pessoas.
During a rope bullfighting event, a picture was taken to what appeared to be a lifeless bull. The image soon became viral online, and was disavowed by thousands of people.


Chegando a vários sítios do globo, a imagem parece ter sido a causa do cancelamento da visita de um grupo de turistas alemães à Região Autónoma dos Açores, gerando bastante indignação entre todos os açorianos que rejeitam a ideia de que a tourada seja entendida como uma prática aceite em toda a região.
Having reached several places around the globe, it led to the cancellation of a visit of a group of German tourists to the Azores, causing great outrage among the Azorean population in general.

O MCATA, com base nas discussões que se seguiram, entre largas dezenas de pessoas, no grupo de discussão [info acores], no facebook, e noutros locais de debate, publicou, no seu blogue, o alerta que foi dado sobre o cancelamento da visita de turistas. A publicação atingiu 5700 visualizações em pouco mais de 40 horas.
Taking into account the several comments that followed on the forum info acores, on Facebook, and other discussion groups, the MCATA movement posted on its blog the news about the cancellation of the visit to the Azores by the German tourists and in only 40 hours the post was viewed 5700 times.

Confrontados com a crescente oposição às touradas e rejeição da prática como algo comum a toda a região dos Açores, algumas pessoas ligadas ao lobby tauromáquico terceirense dirigiram ameaças públicas e privadas à pessoa que divulgou a imagem do touro desmaiado.
Faced with the growing opposition to bullfights and the rejection of such activities as a common practice and tradition of the Azores, some people of the bullfighting industry from the island of Terceira have publically and privately threatened the person who has first published the image of the lifeless bull.

Uma fotografia com a cara da terceirense, assumidamente anti tourada, foi publicada num grupo de aficionados "Amigos da Tourada à Corda Ilha Terceira" com o seguinte texto:
A picture of this girl from the island of Terceira has been posted on the page of a group of bullfight lovers, named "Amigos da Tourada à Corda Ilha Terceira" with the following comments:

Fernando Pavao > Amigos da Tourada à Corda Ilha Terceira

Quem é XXX? fundadora do Terceirenses AntiTouradas.
Não há nada melhor do que conhecer antes uma pessoa, para depois se fazer juízo do que ela é, e o que representa na nossa comunidade terceirense. Quem a conhecer, que nos transmita.


Who is XXX? Founder of “Terceirenses AntiTouradas”.
It’s best to know a person first to later make judgment on what she is, what she represents to our community on Terceira Island. To anyone who might know her, let us know.

comentários/ comments:
Frank Ferreira essa sonhora nao faz a minima ideia como e a nossa tradicao / this lady has no idea of what our tradition is

(Gostos/Likes: Jorge Faria Rodrigues, João Paes, Rogério Fagundes, Renato M. Borges)

Entretanto a publicação foi retirada e na sua página pessoal a ativista reiterou a sua convicção no combate às touradas na ilha escrevendo "Quero comunicar-vos que ate já vi ameaças de morte. Não sou assustada e vou comunicar a ocorrência as autoridades, para ficarem de sobreaviso. Manifestar a minha opinião e apresentar factos e um direito que me assiste. Obrigado a todos."
Meanwhile the post has been removed and on her personal page the activist restated her conviction against bullfights on the island by writing “I want to say that I have even witnessed death threats. I am not scared and I am going to report to the authorities to be on standby. Expressing my opinion and presenting facts is a given right. I thank you all.”

Nós abaixo assinados, organizações abolicionistas da tauromaquia e cidadãos denunciamos e condenamos todo o tipo de violência.
We, the undersigned, anti-bullfighting organizations and common citizens denounce and condemn all kinds of violence.

Reforçamos, ainda, o alerta para os muitos casos onde a crueldade contra animais, nomeadamente as touradas “educam” para a insensibilidade para com o sofrimento alheio, formando pessoas tendencialmente desrespeitadoras, belicosas e violentas para com os seus semelhantes e para com os outros seres que partilham a Terra connosco.
We enhance the warning to the fact that animal cruelty, and bullfights in particular, benumb people towards the suffering, making people disrespectful, quarrelsome and violent towards their peers and other beings in gener

Pessoas coletivas (por ordem alfabética):
Organizations (alphabetical order):

Alcochete Anti-touradas
Algarve pela Abolição da Tauromaquia, Algarve
Almeirim Anti-Touradas Animal Defenders International (UK)Associação Amigos dos Animais da Ilha Graciosa
Campanha contra as touradas no Mundo
CAES - Coletivo Açoriano de Ecologia Social
CAPT - Campanha Abolicionista da tauromaquia em Portugal
Clube dos Amigos e Defensores do Património-Cultural e Natural
Lisboa Anti-tauromaquia
MATP- Movimento Abolicionista da Tauromaquia de PortugalAssociação Midas - Custóias
Movimento Internacional Anti-Touradas
Movimento Cívico Abolicionista da Tauromaquia dos Açores
Norte Sem Touradas
PACMA - Partido Animalista Contra el Maltrato Animal (Espanha)Página Anti-Tourada
Platform La Tortura No Es Cultura (Espanha)
Ribatejanos Anti-Touradas
VilaFranquenses Anti-tauromaquia



Pessoas individuais (por ordem alfabética):
Individuals (alphabetical order):

Adelaide Isaura (Porto)
Alexandra Manes (Açores)
Alexandre Miguel Carneiro (Braga)
Ana Figueiredo (Coimbra)
Ana Margarida Henrique (Açores)
Ana Rita Brito (Coimbra)
Ana Sampaio (Samouco)
Ana Teresa Bahia Simões (Açores)
Andreia Simões Ribeiro (Açores)
Andreia Luís (Açores)
Ana Lúcia Santos (Coimbra)
Ana Sofia Dantas da Costa (Lisboa)
Antónia Wallenstein Teixeira (Açores)
António Eduardo de Sousa (Açores)
António José Paiva Correia (Porto)
Armando António Mestre Frade (Lagos)
Bebiana Gonçalves (Barreiro)
Carlos Ricardo (Oeiras)
Carolina Ferraz (Açores)
Carolina Rebelo Lino (Açores)
Cassilda Pascoal (Açores)
Celme Tavares (Aveiro)
Clara Rego Costa Cymbron (Açores)
Clara Queiróz (Açores)
Cláudia Campos (Viana do Castelo)
Cláudia Nogueira Vantacich  (Lisboa)
Cristina Bahia Simões (Lisboa)
Cristina Duarte (Porto)
Cristiano Toste (Açores)
Dalila Teixeira (Porto)
David Santos (Açores)
David Silva (Aveiro)
Deodato Magalhães de Andrade Melo (Lisboa)
Érica D’el Rei Perello (Açores)
Elsa Almeida (Lisboa)
Elsa Pinto (Porto)
Fábio Salgado (Nazaré)
Fernando André Rosa (Lisboa)
Francisca Mello Ávila (Açores)
Francisco Artur Vieira (Odivelas)
Francisco Parrot Morato (Oeiras)
Frederico Aleixo (Sintra)
Gonçalo de Portugal Tavares (Açores)
George Hayes (Açores)
Hugo Evangelista (Lisboa)
Hugo Ferreira (Porto)
Inês Santos (Lisboa)
Inês Ribeiro (Benfica)
Irene de Jesus Andrade (Açores)
Irene Margarida Magalhães de Andrade Melo (Cambridge, Inglaterra)
Isabel Ferreira (Ovar)
Joana Alvim
Joana Campos (Lisboa)
Joana Filipa Gomes (Mafra)
Joana Marques Silva (Coimbra)
João Nunes (Barreiro)
José de Andrade Melo (Açores)
José Ernesto Rodrigues (Açores)
José Manuel Ferreira (Algarve)
Jose Kersten (Algarve/Holanda)
Judite Fernandes (Açores)
Laura Diogo (Lisboa)
Lia Raquel Neves (Coimbra)
Lídia Fernandes (Açores)
Lúcia Ventura (Açores)
Luís Miguel Machado (Coimbra)
Luís de Vasconcelos Franco (Açores)
Luís Manuel Álvares Noronha Botelho (Açores)
Manuel Fontes Falcão
Maria do Carmo Gomes da Silva (Marinha Grande)
Maria Fonseca (Penacova)
Maria João Martins (Açores)
Luís Pimentel Estrela (Açores)
Maria José Milheiro (Açores)
Maria Soares de Sousa (Açores)
Maria de Fátima Bulhões Gago da Câmara (Açores)
Maria de Lurdes Carapelho (Vila Franca de Xira)
Maria do Carmo Barreto (Açores)
Maria Filipe (Lisboa)
Maria Fonseca (Penacova)
Maria Lurdes Freitas (Açores)
Mariana Ferreira (Leiria)
Mário Amorim (Vila Nova de Gaia)
Marta Santos (Coimbra)
Marius Donker (Algarve/Holanda)
Marlene Botelho (Açores)
Marlene Dâmaso (Açores)
Miguel Wallenstein Teixeira (Açores)
Nélia Melo (Açores)
Nelson Fraga (Açores)
Milton Cardoso (Açores)
Miguel Costa (Gondomar)
Miguel Fontes (Açores)
Miguel Martins (Lisboa)
Mónica Anjos (Coimbra)
Nuno Dâmaso Aguiar (Açores)
Patrícia Muge Biscaia Branquinho (Faro)
Patrícia Young (Açores)
Paula Costa (Açores)
Paula Machado (Açores)
Paula Sapage (Porto)
Paula Curi Garnett Melo (Açores)
Paulo Monteiro (Açores)
Paulo Wallenstein Teixeira (Açores)
Pedro Homero (Barreiro)
Pedro Santos (Viana do Castelo)
Katherine Bourliascos (França)
Ricardo Gouveia (Amadora)
Raquel Gamboa (Açores)
Rita Calvário (Barcelona)
Rita Magalhães Norberto (Açores)
Rita Bernardino (França)
Rodrigo Rivera (Açores)
Rogério Correia (Peniche)
Rosarinho Rangel (Sintra)
Rui Faustino (Portimão)
Rui Soares Alcântara (Açores)
Sandra Duarte Moço (Lisboa)
Telma Lima (Açores)
Sandra Botelho Costa (Açores)
Sara Marina Barbosa (Sintra)
Sara Gomes (Leiria)
Sara Pinheiro (Açores)
Sérgio Cerqueira (Sintra)
Sofia Cassiano de Medeiros (Açores)
Sofia Castelo (Shangai - China)
Sofia Lima (Açores)
Rui Manuel e Castro da Silva Barbosa (Braga)
Rui Soares Alcântara (Açores)
Teófilo Soares de Braga (Açores)
Uli Sharbinie (Indonésia)
Vânia Elias (Algarve)
Vasco Reis (Aljezur)
Vera Pires (Açores)
Victor da Cal (Carcavelos)
Vitor Guerra (Coimbra)
Vítor Miguel Pereira de Sousa Quental (Lisboa)

17 comentários:

  1. Spread love and compassion for all life, stop the cruelty humans inflict on God's creatures. Teach the children right for they hold the future of our planet in their hands. This kind of treatment of animals is not acceptable in any society - or for any reason.

    ResponderEliminar
  2. Please stop and end bullfighting on Terceira Island. Azores respect and responsible animals alive. this is necessary and iportant in the country. give love and peace . Thank you.

    ResponderEliminar
  3. Será bom extinguir as touradas,por ser um espectáculo bárbaro,muito ancestral,onde a violência impera.Estamos no século XXI.

    ResponderEliminar
  4. Parem com esta barbarie......JÁ! estamos no sec. XXI!

    ResponderEliminar
  5. Moito animos dende Galiza.Berta Cebreiro dende A Coruña

    ResponderEliminar
  6. Está na hora de acabar com esta prática bárbara,que em nada dignifica este País,e,que é feita
    contra a vontade da maioria dos portugueses!!!

    ResponderEliminar
  7. Basta essa barbarie..!!!! estamos noutro tempo !!!
    Esses comportamentos sao horrorosos ....um pouco de humanidade neste mundo tao difficil ...por favor...
    Christina Da Costa (França)

    ResponderEliminar
  8. Stop the bloodletting, end the suffering - show love and give/teach respect for all living creatures.

    ResponderEliminar
  9. Cornwalls Voice for Animals (founded 2001) supports the campaign to bring to an end fiesta's that cause suffering and death to animals. There is no place in any society for these barbaric outdated acts of cruelty. Show compassion and respect to all living creatures.

    ResponderEliminar
  10. JOSEPH HUSSE ALMEIDA (ILHA TERCEIRA)

    ResponderEliminar
  11. FARRAH HUSS ALMEIDA (ILHA TERCEIRA)

    ResponderEliminar
  12. RÔMEA HUSS ALMEIDA (ILHA TERCEIRA)

    ResponderEliminar
  13. ANDRELINA SILVEIRA (AÇORES)

    ResponderEliminar
  14. TERESA SILVA (Torres Vedras)

    Não serão ameaças cobardes contra a minha integridade física que me calarão contra espectáculos bárbaros, crueis, ultrapassados! Só gente insana apoia e se diverte com tamanha crueldade!

    Portuguese people are against bullfighting!

    ResponderEliminar

ATENÇÃO: Comentários com conteúdo ofensivo e de teor preconceituoso serão eliminados